Loading...

Deixe seu comentário!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Faxina e Bife à Rolê!!!

Garotada,acabei de fazer uma faxina ``in my space´´ que vou te contar...que dureza.Me chamem para fazer mil e umas comidinhas,mas esqueçam por completo de mim, quando resolverem botar a bat caverna em ordem.Pôxa esse lance de tirar poeira e polir é o ``O´´ e mais algumas MERD...Mas fazer o quê com a bagunça?O jeito é limpar a zona mesmo, porque sujeira e cozinha não combinam.Vamos para a parte gostosa;repor as energias,nutrir o corpo com proteínas...e a mente com coisas que nos dê prazer.Escolhi um bifinho à rolê;Separe um bom miolo de alcatra e corte em bife,tempere com alho, sal, pimenta cominho e salsa.Para rechear batata,cenoura e fatias de bacon(poderia ser salsicha, calabresa...)corte tomate,cebola,pimentão,hortelã e cebolinha e frite com bacon,acrescente extrato de tomate, água e faça um molho e reserve.Frite os bifes e junte ao molho reservado e cozinhe até o recheio ficar macio.Sirva com macarrão ou feijão temperado e arroz.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Sugestão de Tira-Gostos!!!

O melhor petisco para acompanhar aqueles momentos de descontração,pode está ali, esquecido em nossa geladeira ou despensa, e agente nem percebe.O negocio é usar o bom senso e a criatividade, para transformar toda essa sobra, em algo especial!

sábado, 23 de janeiro de 2010

Carioca com Sotaque Baiano!!!

Todo final de semana é uma festa...os ânimos são elevados a potência máxima e o desejo da galera se torna único,folia,folia e folia...nessa zona toda, só existe uma certeza,vou ter que arregaçar as mangas, e me virar nos trinta, para dá o suporte alimentar para esse bando de esfomeados,e ainda me divertir também.Como já conheço bem a turma do ``cadê,cadê´´organizo com antecedencia o menu de cada dia.Faço alguns tira-gostos(a barriga dessa galera é um buraco negro...kkk)para amansar o apetite,e um prato mais substancial para aplacar de vez o danado.A bola da vez, é ela a feijoada carioca, que de tão querida por aqui, já tem sotaque baiano.Vamos a minha forma de fazer:cate o feijão e deixe de molho por quarenta minutos,escalde as carnes secas(charque,salpresa,costela salgada e defumada,pé de porco defumado e lombinho),o toucinho branco e o bacon não precisa escaldar.Tempere a carne de boi(peito,capote,chupa molho ou cruz machado)com alho,sal,pimenta cominho,louro em pó,e reserve.Pique os temperos(alho,cebola,pimentão,hortelã e cebolinha) separadamente.Depois da carne escaldada(sem excesso de sal)frite-as com um pouco de oléo,vá acrescentando os temperos na ordem alho,cebola...quando botar o tomate,hortelã e a cebolinha,bote também a carne de boi reservada.Refogue tudo por uns vinte minutos e acrescente o feijão,deixe por uns cinco minutos refogando e então acrescente água fervente para cozinhar.Para acompanhar,refogue colve com bacon.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Trouxinha de Repolho!!!

Quando criança, minha vó(é isso sou cria da vovó) tinha o maior trabalho comigo na hora do rango,pois embora ela cozinhasse divinamente, nem tudo a ``fidalga´´ (era assim que ela me chamava)aceitava de bom grado.Nessa época morávamos na ilha e apesar daquela maresia que dava uma fome de leão,encontrava sempre coisas que não gostava no prato do dia...era uma pele grudada aqui,uma verdura indesejada ali. Hoje busco em minhas lembranças o gosto,o aroma da daquele tempero caseiro,que agora sei, que não só alimentava meu corpo, como também a minha alma.Foi nesse clima de saudade da comida da vovó, que preparei esse repolho.Abra o repolho em folhas e deixe em água quente por dez minutos,tempere a carne moída com pimentão,cebola,alho(socado),hortelã miúdo,tomate,cebolinha,pimenta cominho,azeite doce e bacon(frito e picado),junte a carne já temperada, arroz cru e lavado(1/3 da quantidade de carne)e faça trouxinhas com o repolho recheando com essa mistura.Depois refogue um pouco dos mesmos temperos que temperou a carne,cubra as trouxinhas com esse refogado,pra cozinhar vá acrescentando caldo de carne até o arroz ficar macio e suculento.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Conchiglione Misto, Hummm!!!

Meninas, depois de comer sarapatel e muqueca de peixe,meu apetite italiano começou a reclamar.Tinha que alimentar o velho conhecido desejo por comidas digamos assim, não habituais, e que de algum modo, desse a sensação que estava bem longe do trivial. Mas, confesso que a coragem para preparar a comida, não era nem um tantinho proporcional, a minha fome por novidade.Então dei uma conferida bem baiana(com uma moleza)na despensa,e acabei optando pelo conchiglione.Só restava agora pensar no recheio,o que foi resolvido facilmente pela a minha vasta lista de opção.Ou era atum ou queijo e presunto,fiquei com a segunda alternativa.Claro que passou pela minha cabecinha outros tantos recheios possíveis e mais nobres como bacalhau,camarão,siri ...mas tudo bem,ficaria para a próxima.Afastei pra bem longe a preguiça e botei água com sal e um fio de óleo para fever,e fui picar o queijo e o presunto,fiz o molho de tomate(alho espremido,tomate sem pele picado,cebola picada,cebolinha,manjericão,orégano,extrato tomate,manteiga,refoguei com bacon picadinho frito)depois do conchiglione cozido foi só rechear,reguei com o molho e levei ao forno por vinte minutos...abrir um bom vinho e compartilhei com aquela pessoa especial!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Ressaca e moqueca de guaricema!

Vocês já notaram como tudo é motivo para nós enchermos a cuca com umas cachacinhas,e a pança com um monte de guloseimas?Se estamos triste farreamos pra esquecer,se estamos felizes vamos agitar,se nosso time ganha um joguinho,juntamos os amigos pra comemorar,se perde, nos unimos na bebedeira da derrota.Até quando estamos com uma resseca daquelas, achamos que o melhor remédio, é tomar outra pra rebater, e assim nesse circulo vicioso(delicioso?)vamos levando nossa vidinha de simples,mas persistentes mortais,porque a gente é barqueiro e não desiste nunca.Aí, resseca do Bonfim despontando numa sexta ensolarada,cerveja véu de noiva pra rebater e pra petiscar,moqueca de peixe...lave a guaricema com água e limão,tempere em seguida com:pimenta,alho,cebola,tomate,coentro,cebolinha e caldo de um limão.Deixe marinando por uma hora,depois refogue com um pouco de azeite doce por dez minutos,acrescente leite de coco e deixe cozinhar,antes de desligar bote azeite de dendê e após uns dois minutos...ó paí,ó!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Lavagem do Bonfim...e sarapatel!!!

Todos os anos, a galera de todas as partes da Bahia e do mundo,percorrem os oito quilômentros entre a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia e a Igreja do Bonfim.E pra subir a colina sagrada a pé, além da fé,o povo baiano,bate seu atabaque,e na véspera da festa,começam a preparar os quitutes, que vão garantir a energia necessária para ressistir até a última gota de água cheiro,que as baianas com muito axé, derramam sobre as escadarias da igreja. Como boa baiana que sou,não poderia me furtar a décadas de tradição e misticismo.Fui em busca do mais macio e suculento Pig,vestir o corpo com meus colares e a alma com o branco de Oxalá.Depois de caracterizada,temperei o sarapatel com alho,tomate,cebola,pimentão,cebolinha, hortelã,pimenta cominho,louro em pó e pimenta de cheiro. Se vier a Bahia,respire o perfume das nossas comidas,e sinta a força de nossa tradição africana!Axé,muito axé!!!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Macaxeira ou Aimpim,o nome é o que menos importa!

Para algumas pessoas ele é conhecido como macaxeira,já pra outras é aimpim,mas no que todos concordam é com o sabor e versatilidade dessa raiz.A quantidade de receitas e formas para saborear esse danado é impressionante.Aqui em Salvador(Bahia),consumimos a macaxeira-aimpim o ano inteiro.Mas é no mês de junho, que podemos desfrutar a raiz mais tenra,pois a bichinha adora a estação chuvosa.É muito comun os butecos daqui, oferecerem em seus cardápios pratos elaborados com ele.Um deles é o escondidinho,que normalmente leva carne do sol,mas prefiro fazer com carne de fumeiro.Vou mostrar como preparo o meu escondidinho:faça um purê com o aimpim cozido(manteiga,creme de leite e sal),corte a carne de fumeiro em quadradinhos,depois frite com um pouco de oléo,corte uma banana da terra em pedaços e frite,corte em quadradinhos queijo branco(tipo minas frescal)depois cubram o fundo de um refratário com um pouco de molho(tomate ou branco)espalhe metade do purê sobre esse molho,distribua a carne,a banana,e o queijo, em seguida cubra com o restante do purê e um pouco do molho,e para ir ao forno gratinar espalhe um pouco de mussarela picada.Vocês vão se surpreender com o sabor desse escondidinho,não importa de que forma você chame a raiz!

domingo, 10 de janeiro de 2010

Cerveja e Caranguejo, Casamento Perfeito!

Verão,sol,mar,brisa,calor...pra onde tudo isso nos leva, meu povo?Nessa época do ano parece que todas coisas ganham mais colorido,mais vivacidade,e brota em cada um ,sem exceção,a necessidade de vivenciar plenamente,toda essa beleza,que esse clima gostoso traz.E junto com essa vontade incontrolável de aproveitar as maravilhas do verão,vem aquele desejo imperativo de tomar uma lourinha gelada,e pra ficar de boa,caranguejo com pirão.Lavar muito bem os moradores do mangue é o primeiro passo,depois temperar com :cebola,tomante,coentro,cebolinha,alho e sal.Depois de cozido é preparar o pirão com o caldo e mandar vê na breja gelada!

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Mama Africa , A mãe do molho pardo!

Meu gosto pela penosa, não é nenhuma novidade para quem costuma frequentar minha casa,muito menos ainda,que o prato que mais gosto de preparar, com a comedora de milho, é o bom e suculento molho pardo,receita essa deixada por nossos ancestrais africanos.Para minha sorte(azar?)a maioria destes digamos assim amigos desinteressados também apreciam tanto quanto eu ,o sabor marcante desse quitute.A questão é:saboreá-la com uma macarronada e salada ou preparar um bom pirão com seu caldo e para acompanhar abóbora e quiabo;para mim os dois são apetitosos.A única certeza amigas,é que a mulher do galo, tem quer ser abatida na hora,se além disso for caipira,é só esperar pelo molho pardo perfeito.Vamos ao tempero;depois de limpa,tempere a galinha com;alho,sal tomate,pimentão,cebola,hortelã,salsinha,pimenta cominho branca e folha de louro moída,.Frite bacon e junte com a galinha temperada,deixe marinando por no mínimo uma hora.Leve ao fogo para refogar,por uns vinte minutos,depois acrescente um pouco de água fervente para cozinhar,quando estiver quase cozida despeje o sangue(1/2 xícara)e deixe terminar o cozimento.Daí é só resolver de que maneira saborear essa delícia.Para ficar ainda mais saboroso molho lambão!